TCE encaminhará ao ministro da Justiça Sérgio Moro, julgamento com irregularidades graves da gestão da Cruz Vermelha na Paraíba

Please enter banners and links.

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba decidiu no final da manhã desta quarta-feira, dia 13, de encaminhar ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, os processos julgados com irregularidades graves da Cruz Vermelha Brasileira na gestão do Hospital de Trauma de João Pessoa.

Os conselheiros, por unanimidade decidiram julgar irregulares os gastos e a gestão da Cruz Vermelha na administração do Hospital de Trauma, imputar o débito de R$ 9 milhões a serem devolvidos aos cofres públicos, e encaminhamento do julgamento a diversos órgãos, entre os quais o Ministério da Justiça, à superintendência da Polícia Federal, na Paraíba, o Ministério Público Federal, o Ministério Público Estadual, a Receita Federal, à Assembleia Legislativa da Paraíba, e ao governador João Azevedo.

O relator do processo no Tribunal de Contas do Estado, foi o conselheiro Nominando Diniz, que acatou o relatório dos auditores e o parecer do Ministério Público de Contas, e durante a exposição do voto se demonstrou indignado com o nível de gestão de recursos públicos da saúde aplicados na gestão do Hospital de Trauma.

A análise dos auditores, dos membros do Ministério Público de Contas, e dos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado, foi tão somente referente ao exercício de 2013.