Empresários alertaram Governo da Paraíba e Justiça sobre risco de ceder parque industrial a sócios de empresa do Rio de Janeiro

Please enter banners and links.

Quando viram o parque industrial de sua empresa Itapoá ser objeto de decreto de desapropriação pelo Governo do estado da Paraíba, em novembro de 2012, os proprietários do imóvel decidiram ingressar com ação anulatória para suspender o procedimento.

Os empresários chegaram a alertar ao Poder Judiciário e ao próprio Governo do Estado da Paraíba sobre os riscos que estavam em jogo em razão de publicações na imprensa de fatos relacionados a empresa do Grupo Solair.

Na peça inicial os empresários donos da Itapoá, informaram que estavam reiniciando as atividades na empresa com investimentos, e gerando de emprego e renda.

Além disso eles alertaram sobre fatos envolvendo o Grupo Solair, que estava sendo contactado pelo Governo da Paraíba para vir se instalar na área do parque industrial que estava sendo desapropriado , através de Decreto publicado no Diário Oficial do Estado.

Entre os fatos mencionados pelos empresários na ação que pede a anulação do ato administrativo, está uma promessa de investimentos em projeto de produção de biodiesel no estado do Piauí , que também nunca se tornou realidade.

“Existe um projeto que foi prometido ao Estado do Piauí, para produção de biodiesel, quando nenhum projeto foi implantado, conseguiram se beneficiar financeiramente e depois ainda tentaram vender as terras entregues pelo Estado, mesmo recebendo da Petrobrás adiantamento de R$ 10.000,000,00 ( Dez milhões)”, relatam os empresário na argumentação.