Polícia Civil vai investigar se funcionários graduados estão envolvidos em invasão e furtos no Hotel Mussulo, em Conde

Please enter banners and links.

 

A Polícia Civil da Paraíba vai investigar, a través de um inquérito, se funcionários graduados do Hotel Mussulo estão envolvidos em ações criminosas de invasão, furtos de objetos e até documentos da área administrativa do Resort.

A direção do Hotel já procurou a polícia civil da Paraíba para que as investigações apurem os fatos que estão ocorrendo recentemente em que pessoas invadiram o local e furtaram diversos objetos.

O Hotel Mussulo Resort By Mantra, localizado no município do Conde, localizado a 26 km de João Pessoa. A direção do Resort fez uma representação criminal junto à Polícia Civil da Paraíba, nesta quinta-feira, dia 7, contra criminosos, ainda não identificados, que invadiram o estabelecimento com o objetivo de furtar diversos equipamentos do hotel, tais como televisores, frigobares, camas, além de diversos objetos do condomínio.
Conforme a queixa prestada, além dos bens materiais os criminosos furtaram todos os documentos relativos ao setor de recursos humanos do Mussulo Resort, “no que comprova que a conduta ilícita foi direcionada também à tentativa de inviabilização da
continuidade dos serviços que são prestados pelo estabelecimento”.
Ainda na representação criminal, segundo a direção do Mussulo, são fortes as suspeitas de envolvimento de funcionários graduados do Resort tendo em vista que obviamente não interessaria a criminosos comuns, a subtração de documentos
administrativos.

A direção do Mussulo entregou à polícia, um inventário completo discriminando todos os objetos e documentos roubados, além de um amplo acervo fotográfico do local.
Por fim, a direção do Hotel Mussulo By Mantra solicitou à autoridade policial que seja instaurado inquérito policial a fim de apurar os crimes cometidos e punir os responsáveis, inclusive com o pedido para que sejam ouvidos inicialmente os
funcionários graduados do estabelecimento.
A direção do Mussulo lamenta que tais fatos tenham ocorrido num momento de recuperação da atividade econômica do país, e que, desde que se instalou na Paraíba em 2009 sempre foi reconhecido pelos serviços turísticos de excelência prestados aos
seus hóspedes.

Informa ainda que desde o ocorrido, suspendeu todas as reservas de hospedagens até que a situação seja normalizada.

Assessoria de comunicação