Governador menospreza Justiça e tentará manobra para adiar julgamento da Aije do Empreender para 2019

Please enter banners and links.

O governador Ricardo Coutinho já tem um plano para jogar para o ano que vem o julgamento da Aije do Empreender, em que a Procuradoria Regional Eleitoral pede a cassação de seu mandato.  O hóspede da Granja Santana pediu para adiar o julgamento alegando que se ocorrer agora teria influência no resultado das eleições. O julgamento está marcado para esta segunda-feira, às 16h no TRE/PB.

Na verdade o governador já foi informado por assessores que no próximo dia 19, tomará posse um novo desembargador no Tribunal Regional Eleitoral. Se o julgamento da Aije do Empreender não for iniciado até lá, o atual relator da Aije, desembargador Carlos Beltrão, deixará a Corregedoria e assumirá a presidência do Tribunal Regional Eleitoral.

Ao assumir a presidência do TRE, o desembargador Carlos Beltrão, deixará a relatoria da Aije do Empreender, com o novo integrante da Corte, desembargador José Ricardo Porto, que assume a Corregedoria , e necessariamente precisaria ler e se inteirar de todo o processo, o que levaria pelo menos, 4 meses, o que empurraria para 2019 o julgamento da Aije.

A Aije do Empreender já tramita há 4 anos do Tribunal Regional Eleitoral. A Procuradoria Regional Eleitoral pediu a cassação de mandato do governador e também sua inelegibilidade por 8 anos. Se o julgamento ocorrer ano que vem , o governador já terá deixado o Palácio do Governo, portanto, um dos pedidos já perdeu o objeto.