ELEIÇÕES NO BOTAFOGO – Chapa de Oposição envia nota ao Blog e diz que sócios que ingressaram na Justiça não serão candidatos, querem o direito de votar, “não querem menos o bem do Botafogo por serem réus”

Please enter banners and links.

A chapa de Oposição nas Eleições do Botafogo, “Belo de Verdade”, encaminhou ao Blog uma nota informando que os seis sócios que ingressaram com uma ação na Justiça para terem direito a votar nas nas eleições do Clube não são candidatos.
Ressaltou que a sócia Thaise Maria Chaves de Oliveira, “não responde a qualquer processo judicial, nem possui relação com os demais sócios que ingressaram com o pedido na Justiça em caráter liminar para ter o direito de votar na eleição do clube ao qual se tornaram sócios”.
Por fim a nota afirma que pelo fato de serem réus em ação criminal os sócios não deixam de querer o bem do Clube. “Todos os sócios que asseguraram na justiça o direito de votar na eleição do clube não querem menos o bem do Botafogo por serem réus, até porque, como evoca nossa Constituição Federal, em seu artigo 5°, inciso LVII, “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”, diz a nota.
VEJA A NOTA :
A chapa Belo de Verdade, oposição à atual diretoria do Botafogo-PB, informa que os seis sócios contribuintes que ingressaram com uma ação na Justiça, para terem direito de votar na eleição para composição do Conselho Deliberativo do clube, não constam na lista de candidatos da chapa.
Desta forma, não estavam e nem estão aptos a serem eleitos conselheiros do clube, primeiramente, por razões óbvias de não terem se candidatado para tanto (não compuseram nenhuma das chapas concorrentes), e posteriormente pelo fato da Assembleia Geral para eleição do Conselho Deliberativo do Botafogo Futebol, biênio 2020/2022, já ter sido devidamente realizada no dia 18 de outubro, conforme registrado em ata do clube.
Aproveitamos para destacar que a sócia Thaise Maria Chaves de Oliveira, citada na reportagem não responde a qualquer processo judicial, nem possui relação com os demais sócios que ingressaram com o pedido na Justiça em caráter liminar para ter o direito de votar na eleição do clube ao qual se tornaram sócios.
Por fim, a chapa Belo de Verdade lamenta que o simples fato de se associar ao Botafogo-PB e requerer na justiça a reparação de uma injustiça cometida pela comissão eleitoral do clube seja motivo para ser alvo de associações maldosas. Todos os sócios que asseguraram na justiça o direito de votar na eleição do clube não querem menos o bem do Botafogo por serem réus, até porque, como evoca nossa Constituição Federal, em seu artigo 5°, inciso LVII, “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.
O BLOG – O Blog garante a qualquer pessoa citada nas reportagens o direito de expressão, e de dar sua versão aos fatos, por isso faz publicar , na íntegra, a nota da chapa de Oposição nas Eleições do Botafogo.
A comissão eleitoral, formada por pessoas probas, de grande respeitabilidade no Clube , na cidade e no estado da Paraíba, negou direito aos sócios mencionados o direito a voto por entender que os mesmos não estavam legalizados como sócios.
Há uma discussão sobre a efetividade ( perda de objeto) da liminar concedida pelo Juízo da 10ª Vara Cível da Capital, pelo fato de que a intimação da decisão só teria ocorrido, logo após o encerramento das eleições.
A matéria citou textualmente quem são os três sócios réus na Operação Calvário, deixando claro que a sócia citada na nota da chapa de Oposição, consta tão somente no polo ativo da ação judicial para buscar seu direito de votar.
E por fim a reportagem não  diz em momento algum que alguém é condenado na referida ação criminal, mas sim réus no processo da Operação Calvário.
Quanto a afirmativa do grupo de Oposição, de que “os sócios que asseguraram na justiça o direito de votar na eleição do clube não querem menos o bem do Botafogo por serem réus”, não seria outro o discurso afinal são eleitores do próprio grupo de oposição.
O importante é que, a pretexto de quererem o bem do Botafogo, não queiram também defender seus interesses políticos e pessoais, se utilizando do Clube.
É bom ter cuidado com pseudos botafoguenses que se aproximam da Maravilha só de dois em dois, ou de 4 em 4 anos.
A publicação cada vez mais dessas eleições é importante, pois onde estiver a transparência mas fácil o público identificar as razões de alguns fatos.
E muita gente de ontem pra hoje já me perguntando, “por que depois de tantos anos só agora alguns sócios brigam para ter direito a votar?”.
Melhores dias ao Belo, com honestidade e com o Botafogo acima dos interesses particulares.