GOVERNO AMPLIA BOLSA FAMÍLIA – Ministro anuncia mais 1,2 milhão de famílias e comemora “teremos cerca de 14 milhões de famílias beneficiadas, o maior número da história do programa”

Please enter banners and links.

O Ministério da Cidadania divulgou nesta tarde de segunda-feira, dia 23, nota de esclarecimento sobre decisão do ministro Marco Aurélio, do STF, proibindo corte do Bolsa Família, em alguns estados do Nordeste.

A nota revela que o próprio Governo já havia, através da portaria 335, publicada na sexta-feira, dia 20,  determinado a suspensão dos cortes, e além disso o ministro Onys Lorenzoni revelou que houve inserção de mais 1,2 milhões de famílias , aumentando para 14 milhões de famílias beneficiadas no Bolsa Família.

VEJA A NOTA :

Em relação à decisão do Supremo Tribunal Federal que suspende cortes no Bolsa Família, informamos que:

O Ministério da Cidadania, por meio da Portaria Nº 335 – publicada na sexta-feira (20.03) – já havia estabelecido medidas emergenciais para o Programa Bolsa Família, entre elas a suspensão de bloqueios e cancelamentos dos benefícios pelo prazo de 120 dias.

Segundo o ministro Onyx Lorenzoni, titular da pasta, o programa “é muito importante para as famílias mais vulneráveis do país”. Além disso, Onyx destaca que “com a inserção de mais 1,2 milhão de famílias, teremos cerca de 14 milhões de famílias beneficiadas, o maior número da história do programa”, enfatizou.

O ministro destacou também que a portaria soma-se a outras ações que o presidente Jair Bolsonaro está realizando para o enfrentamento da situação emergencial do Covid-19. “O presidente tem agido para reduzirmos os danos da crise e protegermos os idosos e os mais vulneráveis”, assegurou. “Essa portaria garante que nenhuma família será excluída do programa nos próximos 120 dias e reafirma o compromisso do presidente Bolsonaro com o Bolsa Família”, completou.

Ascom – Ministério da Cidadania