VEJA VÍDEO, HERÓI DA VIDA -Sargento da PM, de folga, e sozinho, evita possível crime ao imobilizar homem envolvido em discussão no trânsito e retirar sua arma, em Mangabeira

Please enter banners and links.

A notícia teria muito mais repercussão se o fato tivesse sido consumado. Seriam mais duas famílias que poderiam ter suas vidas devastadas. Um possível crime de homicídio foi impedido por ação de um predestinado sargento da Polícia Militar, que estava no local preciso, e na hora exata. Intervenção de Deus.

Em pleno dia 30 de dezembro, antevéspera de Ano Novo, por volta das 16h30, o policial estava com sua esposa, e estacionou o veículo próximo ao bar do Rubacão, próximo ao supermercado Bem Mais, em Mangabeira IV, para comprar frutas, antes de seguir para casa.

“Foi quando eu ouvi o motorista dizendo que o rapaz da moto estava armado e iria matá-lo. Eu pedi para minha esposa se afastar e quando o motociclista vinha em minha direção, me viu, perdeu o controle da moto e caiu. Eu o imobilizei e chamei uma viatura que rapidamente chegou e adotou as providências”, comentou o sargento Wamberto. Por segurança o Blog não divulgará onde o PM está lotado.

O policial estava de folga, poderia ter se protegido com a esposa, e não se envolver na briga dos homens, um estava em um veículo ônix, e o outro em uma motocicleta. O motociclista estava armado.

Após interceptar o rapaz que estava armado, o policial retirou sua arma e populares se aproximaram para ver o que ocorria, enquanto o sargento Wamberto acionava uma viatura que rapidamente chegou ao local.

Ao dar entrevista o sargento disse que a única coisa que pensou foi em salvar a vida de alguém.

A ação do policial sargento Wamberto, que agiu sozinho, em dia de folga, arriscando a própria vida, para tentar salvar a vida de alguém, que ele sequer conhecia, pode ensejar a proposta de promoção por ato de bravura, a partir de iniciativa do comandante geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves.

A promoção por ato de bravura ocorre nos casos em que o policial ultrapassa os deveres funcionais, com atos de coragem e ousadia. A proposta do comandante geral é analisada por uma conselho e posteriormente  encaminhada ao governador do estado.