CALVÁRIO LOCATÁRIO – Gestão Girassol pagou R$ 18 milhões à administradora do Manaíra Shopping por locação de imóvel

Please enter banners and links.

O Governo do Estado da Paraíba, sob a direção da gestão Girassol pagou R$ 18 milhões à empresa administradora do Manaíra Shopping, a título de locação de salas/lojas. O levantamento foi feito pelo Blog numa pesquisa junto a dados de transparência disponibilizados no portal do Tribunal de Contas do Estado.

A empresa é a Portal Administradora de Bens Ltda, é a mesma da polêmica da permuta dos terrenos do Geisel e da área onde hoje está instalado o Shopping Mangabeira. Na época foi uma questão de honra do Governo consolidar o negócio, embora órgãos de fiscalização, a exemplo do TCE ter apontado irregularidades na transação.

Os auditores do Tribunal de Contas do Estado fizeram um levantamento de despesas de locação de imóveis onde funcionam unidades da Casa da Cidadania e identificaram discrepâncias entre custo com aluguéis e número de pessoas atendidas. O resultado está em um relatório da prestação de contas de Encargos Gerais do Estado, da Secretaria de Administração do Estado.

O relatório é sobre o ano de 2015. Nesse período o prédio da Casa da Cidadania em Jaguaribe custou R$ 165 mil em aluguel e atendeu a 837 mil pessoas. Já o espaço locado ao Manaíra Shopping, no segundo andar do prédio, custou R$ 2,2 milhões e atendeu 337 mil pessoas. Ou seja a unidade de Jaguaribe custou a menos R$ 2 milhões, e atendeu meio milhão de pessoas a mais do que a unidade do Shopping.

O Governo Girassol mesmo vendo a ineficiência, o desperdício, o elevado custo em relação ao benefício, resolveu manter a locação da unidade da Casa da Cidadania dentro do Manaíra Shopping.

VEJA OS VALORES PAGOS, SEGUNDO DADOS DISPONÍVEIS NO TCE :

ANO                              PAGAMENTO DE ALUGUEL AO MANAÍRA SHOPPING

2011                               R$  1 milhão 234 mil

2012                               R$  2 milhões 350 mil

2013                               R$  4 milhões 502 mil

2014                               R$  2 milhões 720 mil

2015                               R$  1 milhão 772 mil

2016                               R$  1 milhão 267 mil

2017                               R$  1 milhão 991 mil

2018                               R$ 1 milhão 991 mil

2019(5 meses)               R$  905 mil

Total                               R$ 18,2 milhões

VEJA TRECHO DE RELATÓRIO DOS AUDITORES DO TCE COMPARANDO GASTOS COM ALUGUEL E EFICIÊNCIA PELO NÚMERO DE PESSOAS ATENDIDAS