Livânia Farias seria presa na 5ª feira, mas viajou às pressas à Brasília com o ex-governador RC e advogados

Please enter banners and links.

Quando foi deflagrada a terceira fase da Operação Calvário, na última quinta-feira, dia 14, foram cumpridos diversos mandados de busca e apreensão em endereços de propriedade da secretária Livânia Farias,  e de diversos parentes dela, irmãos, e sobrinhos.

A TV Cabo Branco chegou a anunciar o mandado de prisão contra a secretária, mas logo depois a informação não foi confirmada. O detalhe é que o mandado de prisão preventiva já tinha sido deferido pelo desembargador Ricardo Vital, com data de 13 de março, um dia antes da Operação em João Pessoa, Sousa e Santa Cruz.

Na terça-feira, um dia antes de ser deferido o pedido de prisão preventiva, a secretária Livânia Farias viajou às pressas com o ex-governador Ricardo Coutinho, e quatro advogados , para Brasília. Mesmo com o mandado de prisão autorizado, seu cumprimento de imediato, já na quinta-feira, foi prejudicado, sendo cumprido neste sábado com a chegada da secretária à João Pessoa.