MPF abre Inquérito para apurar recusa do IPC em receber substâncias psicotrópicas apreendidas pela PRF na Paraíba

Please enter banners and links.

O Ministério Público Federal instaurou Inquérito Civil para apurar a recusa, por parte do Instituto de Polícia Científica – IPC -, órgão ligado à Secretaria de Segurança Pública da Paraíba, em receber substâncias psicotrópicas apreendidas em TCO – Termo Circunstanciado de Ocorrência – lavrado pela Polícia Rodoviária Federal.

O caso chegou ao Ministério Público Federal através de notícia de fato, que após o trabalho preliminar, o procurador da República, Rodolfo Alves Silva, converteu o procedimento em Inquérito Civil.