CRISE NA SEGURANÇA DA PB : Inquéritos atrasados e falta de efetivo levam MP publicar recomendação para Cláudio Lima nomear equipe à Delegacia de Areia

Please enter banners and links.

Após fazer recomendação  ao secretário de Segurança da Paraíba, Cláudio Lima, para que nomeie uma equipe com delegado, escrivão e agentes para ajudar na conclusão de inquéritos atrasados na Delegacia de Esperança, o Ministério Público da Paraíba, se ver obrigado a repetir a recomendação, agora para ajudar no trabalho na cidade de Areia. A falta de efetivo, os inquéritos atrasados, e a falta de condições de trabalho, exigem o impossível dos profissionais de segurança, e deixam a sociedade desassistida.

A recomendação, agora para a delegacia de Areia, é do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial, do Ministério Público da Paraíba. O órgão tem como coordenador o promotor de Justiça José Guilherme Soares Lemos, e como membro o promotor de Justiça Túlio César Fernandes.

“Recomendação ao Secretário da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social, ao Delegado Geral de Polícia Civil do
Estado da Paraíba, e ao Delegado Seccional da 12º Delegacia Seccional do estado da Paraíba para que, no prazo de 30 (trinta) dias nomeiem uma equipe de Policiais Civis, composta por Delegado de Polícia, Escrivão e Agentes de Polícia Civil, os quais podem ser retirados da atividade meio da SEDS, a fim de agilizar e ajudar os trabalhos da Delegacia Municipal de Areia, atualizando os procedimentos policiais quer se encontram com mais de 30 (trinta) dias de atraso; à Delegada Titular da Delegacia Municipal de Areia para que empreenda esforços com o intuito de agilizar as conclusões do procedimentos policiais e cumpra as requisições ministeriais que estejam com mais de 30 (trinta) dias de atraso”, diz a recomendação.