RC tenta explicar viagem com dinheiro público para visitar Lula na PF em Curitiba : “Agenda institucional de visita a um ex-chefe de Estado”

Please enter banners and links.

O governador Ricardo Coutinho (PSB) emitiu nesta quarta feira, dia 11, uma nota para explicar e justificar , a decisão de não bancar por sua conta pessoal, mas sim com dinheiro público, as despesas da viagem à Curitiba para visitar o aliado político e ex-presidente Lula, na carceragem da Polícia Federal.

A divulgação da nota ocorre um dia após uma comitiva de governadores ter ido à Curitiba, mas que não conseguiu entrar na carceragem para ver Lula, o que foi vedado por uma decisão judicial.

Segundo divulgação da imprensa nacional, entre os nove governadores que foram à Curitiba para visitar o ex-presidente Lula, apenas o governador Ricardo Coutinho teve as despesas pagas pelo Governo do Estado, no caso, os paraibanos. Os demais custearam pessoalmente suas despesas.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA :

O governador Ricardo Coutinho fez uma viagem para cumprir agenda institucional de visita a um ex-chefe de Estado que, enquanto presidente da República, fez pela Paraíba muito mais do que muitos representantes políticos em exercício deste país.

Este reconhecimento, medido por obras da importância da Transposição das Águas do Rio São Francisco, que tem matado a sede de muita gente necessitada no Nordeste brasileiro, está acima das diferenças políticas que têm, democraticamente, marcado o Brasil recente.

O governador da Paraíba, no uso de suas prerrogativas constitucionais, com a mesma determinação que adotou ao congelar seu salário por oito anos e recusar recebimento de diárias pelas centenas de viagens pelo interior da Paraíba, não se privará de reconhecer institucionalmente a importância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o estado que representa por delegação popular.

E fará isso como chefe do Poder Executivo do Estado, pois assim lhe assegura a prerrogativa do cargo.