Acordo entre Governo do Estado e Prefeitura fecha Escola Padre Ibiapina, após 70 anos funcionando em Soledade

Please enter banners and links.

A população da cidade de Soledade recebeu com surpresa e indignação a notícia de que a Escola Estadual Padre José Antônio Maria Ibiapina ( Padre Ibiapina) fechou suas portas, às vésperas de completar 70 anos de história. Foram demitidos os 19 funcionários da escola, os pais não sabem onde matricular seus filhos, e o prédio será cedido para o Governo do Estado. Ex-alunos, professores, ex-funcionários , pais de alunos e populares estão se pronunciando nas redes sociais diante do fato. O que se sabe é que o fechamento da unidade educacional ocorreu depois de um acordo entre o Governo do Estado e o prefeito Geraldo Moura.

Pelas informações prestadas por ex-funcionários o prefeito Geraldo Moura solicitou os alunos da escola para a rede municipal, e o Governo, que já tinha interesse em repassar a escola para o município, apresentou parecer nesse sentido. O problema é que não há informação como será suprido o fechamento da escola :

“Realmente é de responsabilidade do município o oferecimento do Ensino Fundamental, sendo assim, o Estado tem a obrigação de ceder. Mas a maior responsabilidade que a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Educação deve ter é de oferecer um Ensino de qualidade, com boa estrutura e com vagas suficientes para todos os estudantes. Portanto, COBREM! A Prefeitura não está recebendo esses alunos de graça. Serão repassados, aproximadamente R$ 880.000,00, pelo FUNDEB, para a Prefeitura”, escreveu nas redes sociais a ex-secretária da escola, Lucíola Cordeiro.

Lucíola Cordeiro também lamentou o abandono com a história educacional da escola Padre Ibiapina : “Com o encerramento da Escola Estadual Padre Ibiapina, perdemos muito da nossa história. Difícil encontrar um soledadense que não estudou no “Grupo”, difícil encontrar um professor que não passou por aqui. Em março desse ano a Escola Padre Ibiapina completaria 70 anos de criação. Impossível não ficar triste ao ver mais uma parte da HISTÓRIA da nossa cidade fechando as portas, ainda mais quando sabemos que há grande interesse próprio e ganancioso por trás disso”

A ex-secretária da escola também lamenta pela perda de 19 empregos de funcionários , professores . “Aos que ficam felizes com essa notícia, aproveito para lembrar-lhes que são 19 pessoas que perdem o emprego, pais e mães de família. Certamente, e graças a Deus, ninguém morrerá por causa disso, pois todos têm capacidade de conseguir outro trabalho. Mas coloquem a mão na consciência e peçam perdão a Deus por tanto egoísmo e falta de compaixão, por se verem satisfeitos com o acontecimento”.

“Enfim, com textão (porque foi impossível não fazer um), comunico que a Escola Padre Ibiapina, após 70 anos de funcionamento, encerra as suas atividades.  Agradecemos imensamente aos pais que confiaram os seus filhos aos nossos cuidados e àqueles que sempre torceram para que a História de Soledade não fosse jogada fora, como está sendo agora”, concluiu.