Vereador de Piancó que bebe todo dia errou os cálculos, gastou demais e tem contas rejeitadas

Please enter banners and links.

O vereador Antônio Azevedo Xavier (Podemmos), da cidade de Piancó, que ficou conhecido por beber umas doses de uísque todos os dias deve ter errado nos cálculos, gastou de mais na campanha do ano passado e o resultado é que suas contas foram rejeitadas pelo juiz da 32ª Zona Eleitoral, pelo Tribunal Regional Eleitoral, e agora o recurso que interpôs no Tribunal Superior Eleitoral teve negado o seguimento de forma monocrática pelo ministro Admar Gonzaga.

O vereador conhecido na cidade por Hermógenes, é presidente da Cãmara de Vereadores de Piancó. Mas não foi por importantes projetos ou por belos discursos que ficou conhecido no estado e no país, mas sim pelo fato de conceder uma entrevista a uma emissora de TV e ter confirmado que ingeria bebida alcólica todos os dias. Segundo o vereador as doses de uísque ( 5 ou 6 por dia) são por orientação de seu médico cardiologista.

O fato é que na campanha do ano passado o Tribunal Superior Eleitoral definiu os valores máximos de campanha em cada cidade e para cada cargo. Em Piancó, ano passado, o limite de campanha para vereador era de R$ 10.803,91, mas na prestação de contas de campanha do vereador Hermógenes tinha R$ 15.165,00 , ou seja mais de 40 % acima do limite de gastos determinado pela Justiça Eleitoral.

O juiz da 32ª Zona Eleitoral da Comarca de Piancó decidiu pela rejeição das contas. O presidente da Câmara, através de seus advogados, interpôs recurso no Tribunal Regional Regional, que manteve a decisão rejeitando as contas. O caso foi parar no Tribunal Superior Eleitoral e o ministro relator do processor, Admar Gonzaga, já decidiu monocraticamente negar seguimento ao recurso, ou seja, sequer ele analisou o mérito do recurso, tendo em vista a negativa ao  recebimento.

A preocupação da população é que se o vereador hermógenes errou em gastar mais do que devia em sua prórpia conta de campanha, não gaste demais também, com dinheiro da conta da Câmara Municipal, da qual é presidente.