Tião Gomes lança esposa de Maranhão pra vice e esquece contribuição de Lígia Feliciano

Please enter banners and links.

A vida pública muitas vezes constrange seus personagens publicamente. Muitas das vezes sequer  por má fé ou dolo. A velocidade da informação e a necessidade de gerar fatos se encarregam de produzir esses constrangimentos. O último foi após a declaração do deputado Tião Gomes (PSL) aliado atualmente do governador Ricardo Coutinho, como já foi de Cássio e de Maranhão.

Tião , que gera polêmica em quase tudo que diz e faz, tratou de lançar a esposa do ex governador Maranhão, desembargadora Fátima Bezerra, para vice numa eventual chapa com João Azevedo (PSB). O objetivo central da proposta está evidente, aproximar as duas importantes e vitoriosas legendas políticas do estado PSB e PMDB. Mais ainda, unir dois líderes incontestes da política atual da Paraíba. E ainda, por fim, destacar a importância da mulher na política.

Mas toda ação gera uma reação. Asim diz a terceira lei de Newton, para toda ação, existe uma reação no mesmo valor, mesma direção e sentido oposto. Sem qualquer maldade ou intensão a sugestão do deputado Tião Gomes atingiu a boa fé e o propósito da atual vice governadora Lígia Feliciano (PDT). Afinal foi Lígia quem, quando ninguém queria, ela aceitou o desafio de ser vice numa chapa em enorme desvantagem no início da campanha de 2014.

Incrível como a vida pública, a vida política partidária causa tantos dissabores a quem muitas vezes só serve para carregar o peso na campanha. Impressionante como não citam o nome da vice governadora para nada ou quase nada. Lembram de todo mundo para a chapa, menos de Lígia.