Policiais militares voltam às ruas dia 5 de setembro para cobrar promessas feitas e não cumpridas pelo governador RC

Please enter banners and links.

Os policiais militares da Paraíba voltarão às ruas para uma caminhada de protesto e de cobrança ao governador Ricardo Coutinho para que cumpra suas promessas feitas nas duas campanhas eleitorais em 2010 e em 2014. O ato público ocorrerá no próximo dia 5 de setembro, quando os militares irão fazer uma caminhada, com uma parada em frente ao Palácio do Governo e seguirão para a Câmara de vereadores da Capital onde ocorrerá uma sessão especial para debater a situação dos policiais, a violência no estado e as promessas não cumpridas durante a campanha.
A sessão foi proposta pelo vereador Lucas de Brito Pereira e contará com representantes de diversas entidades em defesa dos policiais militares da Paraíba, entre os quais o coronel Francisco de Assis, presidente do Clube dos Oficiais da Polícia Militar e dos Bombeiros Militares da Paraíba, do tenente Lima Braz, presidente da Associação dos Subtenentes e sargentos da Polícia Militar, Zoraide Gouveia, presidente da Associação das Mães e Esposas dos Policiais Militares, além do coronel Maquir Alves Cordeiro, presidente eleito da Associação dos Inativos da Polícia Militar.

Durante este ano o movimentos dos policiais militares já realizou sessão especial em Câmaras Municipais em cidades de diversas cidades na Paraíba, entre as quais Monteiro, Patos, Guarabira, Campina Grande, e também foram realizados diversos Atos Públicos. O movimento cobra do Governo as promessas feitas pelo governador Ricardo Coutinho nos guias eleitorais nas campanhas de 2010 e 2014. Entre as promessas estão a paridade entre ativos e inativos, seguro de vida, promoções, contratação de concursados, entre outras.