Corujinha não cumpre acordo, deixa PC do B sem vereador na Câmara e gera mal estar em coligação

Please enter banners and links.

A direção do PC do B poderá se reunir nos próximos dias para avaliar a decisão do vereador João Corujinha (PSDC) de não cumprir o acordo firmado na aliança entre os dois partidos nas eleições do ano passado. PSDC e PC do B fizeram uma coligação para somar votos e garantir o máximo de eleitos, com o compromisso de que os vereadores eleitos ce licenciariam para dar oportunidade aos suplentes na Câmara Municipal de João Pessoa.

Após o resultado das urnas foram eleitos Helton Renê ( PC do B) com 4 mil 102 votos, e João Corujinha (PSDC) com 3 mil 997 votos. Ficaram na suplência Carlão (PSDC) com 1 mil 931 votos, e Guga (PC do B) com 1 mil 816 votos. Com a ida de Helton Renê para o Procon o PC do B perdeu seu único vereador  na Câmara, enquanto o PSDC passou a somar dois, João Corujinha e Carlão.

Os dirigentes do PC do B procuraram o vereador João Corujinha para que ele cumprisse a palavra dada durante as negocições para fechar a coligação. Mas para surpresa de todos, inclusive do suplente do PC do B, Guga, João Corujinha declarou que não mais ia cumprir o que foi acordado devido ter sido eleito presidente da Câmara para o biênio 2019/2020.

A realidade é que essa quebra do compromisso firmado na campanha, condição acertada para a formatação da aliança PSDC/PC do B,  gerou um mal estar na relação das duas legendas. Uma fonte , membro da direção do PC do B, informou ao Blog que vai pedir uma reunião urgente ao partido para tratar do assunto com possibilidade de pedi ao vereador Helton Renê que retorne à Câmara Municipal para a legenda voltar a ter representação no Legislativo.