OPERAÇÃO CALVÁRIO – Gaeco vai pedir autorização à Justiça para vender propriedade em Bananeiras de denunciados de integrarem organização criminosa acusada de desviar milhões da saúde e da educação

Please enter banners and links.

O Gaeco poderá  pedir nos próximos dias autorização judicial no âmbito da Operação Calvário para realizar processo de alienação antecipada de propriedade em Bananeiras, alvo de sequestro por ordem da Justiça.

Na última segunda-feira, dia 14, moradores da região acionaram a imprensa para comunicar movimentação estranha na casa de uma propriedade alvo de sequestro judicial no âmbito da Operação Calvário.

O Gaeco ao tomar conhecimento de movimentação estranha no imóvel, alvo de sequestro por ordem judicial, determinou averiguação no local para garantir o pleno cumprimento de cautelares impostas na Operação Calvário e de verificar se estaria ocorrendo alguma ação de subtração ou de depredação do imóvel.

O Código de Processo Penal e Resolução do Conselho Nacional de Justiça autorizam a “alienação antecipada” de bens apreendidos em operações de combate a organizações criminosas.

A Operação Calvário denunciou em diversas ações penais na Justiça da Paraíba os integrantes de suposta organização criminosa responsável por desvios milionários da saúde e da educação, considerado o maior escândalo de corrupção da história da Paraíba.