Homicídios na Paraíba voltam a crescer e registram aumento de 25% em janeiro

Please enter banners and links.

O Governo do Estado ainda não apresentou oficialmente os números dos crimes violentos letais intencionais em 2020. O Blog teve acesso a estatística no mês de janeiro que registrou aumento de 25% , em relação ao mesmo período de 2019.

Segundo dados obtidos pelo Blog junto a fontes da segurança pública em janeiro de 2019 foram 77 assassinatos, já em janeiro de 2020 esse número saltou para 96.

VEJA MATÉRIA PUBLICADA EM 7 DE FEVEREIRO :

Cresceu em 25% o número de assassinatos na Paraíba no mês de janeiro de 2020, comparado com o mesmo período de 2019. Os chamados crimes violentos letais intencionais ( CVLI) saltaram de 77 em janeiro de 2019, para 96 no primeiro mês de 2020.

O Governo do Estado omitiu os números da sociedade até agora, tendo em vista o resultado do levantamento apresentar aumento dos casos de mortes violentas letais intencionais no mês de janeiro.

Os dados foram obtidos pelo Blog de uma fonte dentro do próprio Governo, que não pode aparecer devido perseguição.

O Governo tem diversas razões para não divulgar o aumento de 25% de aumento em assassinatos na Paraíba, no mês de janeiro, e uma das explicações seria a queda de braço com os servidores da Segurança Pública que estão acampados na praça João Pessoa.

Pelo número de assassinatos registrados nos primeiros dias do mês de fevereiro as estatísticas para o segundo mês do ano mostram a possibilidade de aumento ainda maior no número de assassinatos.

O número de 138 assassinatos é colocado no mês de fevereiro de 2020, é posto a título de cálculo com base dos homicídios registrados nos primeiros dias do mês. Esse número pode ser próximo da previsão, maior ou menor, a depender das ocorrências nos demais dias do mês.

Calculando os assassinatos ocorridos nos primeiros dias e multiplicando pelos dias que faltam, se o Governo não tomar providências o aumento de homicídios pode ocorrer também em fevereiro.

QUEDA DE BRAÇO COM POLICIAIS CIVIS E MILITARES – O Governo do Estado está perdendo a credibilidade junto aos policiais civis e militares, pois apesar de sinalizar diálogo e transparência o Governo não avançou em propostas para as categorias.

Os policiais militares e civis realizaram uma Assembleia Geral unificada na última quarta-feira, dia 5, e decidiram acamparem na praça João Pessoa, até o Governo apresentar uma proposta razoável.