Justiça encaminha ao Gaeco doação de área pelo Governo da Paraíba para a Contax S/A , empresa ligada ao Grupo Andrade Gutierrez

Please enter banners and links.

Mais um caso envolvendo imóveis de empresários paraibanos que foram desapropriados pelo Governo da Paraíba e doados à empresas de outros estados vai parar no Gaeco, do Ministério Público da Paraíba.

É o segundo caso , em quatro dias. Na última sexta-feira foi o caso de um parque industrial da empresa Itapoá, que foi desapropriado  pelo Governo, através da Cinep, e doado para uma empresa ligada ao empresário Sérgio Cortes, preso na Operação Lava Jato.

Nesta segunda-feira, dia 2, mais um caso foi remetido pela Justiça ao Gaeco. Um terreno onde seria instalada uma empresa da Paraíba, foi desapropriado pelo Governo do Estado e cedido para instalação da empresa Contax S/A, ligada ao Grupo Andrade Gutierrez.

O empresário dono do terreno desapropriado questionou, tanto o valor da desapropriação quanto a utilidade pública para qual seria destinado o terreno, pois o que ocorreu na prática foi que o Estado afastou a possibilidade de instalação de uma empresa privada da Paraíba na área, e repassou o imóvel para que se instalasse uma outra empresa privada, a Contax S/A ligada ao Grupo Andrade Gutierrez.

Nos dois casos, diante de supostas inobservâncias ao que determinam os princípios da Administração Pública, a juíza Flávia Cavalcanti, da 1ª Vara da Fazenda Pública, ordenou encaminhar ao Gaeco (MPPB) os autos dos processos para devidas apurações.