Avanço da Operação Calvário já provocou exoneração de 8 auxiliares do Governo Girassol, 5 secretários de estado, 1 coordenador do Imeq e 2 assessores da Administração e da PGE

Please enter banners and links.

A Operação Calvário já resultou na exoneração de oito integrantes do Governo Girassol, que inclui os Governos de Ricardo Coutinho e João Azevedo, entre 2011 e 2019.

Foram exonerados cinco secretários de estado , um coordenador do IMEC – Instituto de Meteorologia e Qualidade Industrial da Paraíba, e dois assessores da Administração e Procuradoria Geral do Estado, em menos de 10 meses da gestão do governador João Azevedo (PSB).

O Diário Oficial do Estado traz a publicação nesta quinta-feira, dia 10, das exonerações do secretários de Educação Aléssio Trindade, Executivo de Turismo, Ivan Burity, e do coordenador do Imeq , José Arthur Viana Teixeira.

Além das três exonerações desta quinta-feira, já haviam sido exonerados devido serem alvos da Operação Calvário, a ex-secretária Livânia Farias, o ex-procurador geral Gilberto Carneiro, e o ex-secretário de Saúde e de Planjeamento, Waldson de Souza.

Também foram exonerados os ex-assessores Leandro Nunes de Azevedo, da Administração, e Maria Laura Caldas Almeida Carneiro, da Procuradoria Geral do Estado.