TRE, por unanimidade, rejeita pedido dos investigados Ricardo Coutinho e Lígia Feliciano, não vê perda de objeto e segue julgamento da Aije do Empreender

Please enter banners and links.

Os membros do Tribunal Regional Eleitoral, por unanimidade, decidiram não acatar o pedido feito pelo ex-governador Ricardo Vieira Coutinho, e pela vice-governadora Lígia Feliciano de extinção da Aije do Empreender.

Os dois investigados alegaram a perda de objeto com o fim dos mandatos em 31 de dezembro. O relator, desembargador José Ricardo Porto, fundamentou o entendimento de não acatar o pedido de ambos.

Seguiram o voto do relator os juízes Antônio Carneiro de Paiva Júnior, Michelini de Oliveira Dantas Jatobá, Paulo Câmara , Sérgio Murilo Wanderley Queiroga , Arthur Monteiro Lins Fialho e o presidente do TRE Carlos Beltrão.

O julgamento da chamada  Aije do Empreender está ocorrendo no Tribunal Regional Eleitoral desde às 14h desta quinta-feira, dia 11.

Com os membros do TRE negando o pedido dos dois investigados, Ricardo Vieira Coutinho e Lígia Feliciano, o julgamento segue na Corte.