VEJA DOCUMENTOS -“Ex-governador RC gastou R$ 20 mil da Casa Civil com evento da CUT, e eu alertei João Azevedo”, revela deputado após Cida Ramos usar carro locado em protesto

Please enter banners and links.

O caso envolvendo a deputada Cida Ramos (PSB) que utilizou um carro locado pela Assembleia Legislativa da Paraíba para interromper a passagem de automóveis durante protestos em João Pessoa nesta sexta-feira, dia 14, gerou grande repercussão na sociedade paraibana sobre uso de bens públicos em atividades de entidades sindicais e políticas.

O deputado Cabo PM Gilberto Silva (PSL) já tinha essa preocupação, e no mês passado aprovou requerimento na Casa em que se dirigia ao governador João Azevedo (PSB) solicitando ao mesmo “se abstenha de utilizar verbas públicas para fins de promover eventos de cunho político ideológico”, diz o requerimento apresentado pelo parlamentar.

O parlamentar teve acesso a documentos que comprovam que o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) bancou com recursos da Casa Civil do Governo o montante de R$ 20 mil em refeições para um evento da CUT – Central Única dos Trabalhadores – realizado no mês de maio de 2015 em João Pessoa.

Segundo o deputado Cabo Gilberto é incoerente enquanto o estado tem milhares de pessoas que precisam de uma cirurgia, de uma medicação , para salvar a vida e não conseguem, porque o próprio Governo diz que não dispões dos recursos, enquanto isso , por decisão pessoal e de encontro ao interesse público, resolve numa canetada destinar recursos para eventos realizados por grupos, partidos políticos e sindicatos.

” o ex-governador Ricardo Coutinho pagou com dinheiro da Casa Civil R$ 20 mil com despesas de ato público promovido pela CUT – Central Única dos Trabalhadores – em maio de 2015. Num estado em que pessoas morrem em hospitais por falta de uma cirurgia , ou de uma medicação, o ex-governador banca lanches para atos públicos por um sindicato que tinha receita própria para tal, é um absurdo”, justifica o parlamentar ao apresentar o requerimento.

“Não é finalidade do Governo bancar com dinheiros dos impostos dos cidadãos paraibanos, atos públicos da CUT , que é vinculada a esquerda, ao PT,  Lula e Dilma. Portanto ato de cunho  puramente político e ideológico, que nada acrescenta à população paraibana”, fundamenta o deputado.

Ao apresentar o requerimento na Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado Cabo Gilberto Silva juntou a documentação que comprova os gastos em 2015 no montante de R$ 20 com 1.840 refeições distribuídas aos participante do evento da Central Única dos Trabalhadores.

Entre os documentos estão ofício encaminhado ao governador para a liberação dos recursos e contratação de uma empresa que forneceria a alimentação aos participantes do evento, nota fiscal, nota de empenho e até o cardápio que foi disponibilizado para o evento.

O deputado Cabo Gilberto Silva informou que seu objetivo é fazer com os recursos públicos não sejam dirigidos a partidários do governante de plantão, enquanto a população sofre sem educação, saúde e outras necessidades urgentes que são prometidas a cada campanha.

“O objetivo não é em relação a esse Governo especificamente, mas estamos vivendo um outro momento, um novo momento na política, em que não podemos confundir o público com o privado. Os recursos da população, principalmente em estados com tantas necessidades como o nosso, devem ser investidos nos mais necessitados, e não em eventos com bandeiras políticas, partidárias e ideológicas”, comentou.