EXCLUSIVO – Empresário carioca preso na Operação Calvário está sendo transferido hoje de João Pessoa para o Rio de Janeiro

Please enter banners and links.

O empresário carioca Roberto Kremser Calmon , preso no dia 14 de dezembro do ano passado, em um hotel na orla da praia do Cabo Branco, em João Pessoa, durante a deflagração da 1ª fase da Operação Calvário, está sendo transferido na manhã desta quinta-feira, dia 18, para o Rio de Janeiro.

Na primeira fase da Operação Calvário também foram presos o controlador da Cruz Vermelha Brasileira, Daniel Gomes da Silva, e a assessora Michelle Cardoso, responsável por distribuir dinheiro de propina para agentes públicos e campanhas eleitorais na Paraíba.

Entre todos os presos ( no total de 11) na primeira fase da Operação Calvário em 14 de dezembro, apenas o empresário Roberto Kremser Calmon, foi preso em João Pessoa. Durante 4 meses o denunciado ficou na sede do 5º Batalhão da Polícia Militar da Paraíba, no bairro do Valentina de Figueiredo.

A notícia de que só agora, 4 meses depois, o preso será encaminhado para o Rio de Janeiro chamou a atenção, afinal ninguém ficou sabendo sobre em que unidade teria ficado o empresário, qual o teor de seu depoimento, e a razão de só agora de sua transferência para o Rio de Janeiro.

Após a prisão do empresário Roberto Calmon, foram expedidos mandados de prisão contra Leandro Nunes de Azevedo e a ex-secretária Livânia Farias.

A informação de que o empresário carioca Roberto Kremser Calmon será transferido nesta quinta-feira, dia 18, pela manhã para o estado do Rio de Janeiro, pegou muita gente de surpresa.

Tão logo foi preso na Operação Calvário, por ter curso superior ( formado em Direito) ele foi encaminhado para cumprir o mandado de prisão na unidade do 5º Batalhão da Polícia Militar da Paraíba, sediado no Valentina de Figueiredo.

O Blog tentou por diversas vezes contato com o advogado paraibano Alberdan Coelho de Souza Silva, responsável pela defesa do empresário carioca Roberto Calmon, mas não obteve retorno.