Procurador investiga denúncia de que empregados em “OS” foram obrigados a trabalhar em campanha eleitoral na Paraíba

Please enter banners and links.

O procurador do Ministério Público do Trabalho, Eduardo Varandas, está investigando uma denúncia de que empregados em uma OS – Organização Social – contratada para administrar escolas estariam sendo obrigados a trabalhar para determinados candidatos nas eleições ano passado na Paraíba.

“Hoje nós estamos instruindo uma denúncia de empregados de OS que estavam trabalhando em escolas que eram obrigados a trabalhar no processo eleitoral passado. É uma situação de assédio moral, é um ilícito trabalhista, mas com repercussão no direito penal e no Direito Eleitoral”, revelou o procurador durante entrevista nesta segunda-feira, dia 18, à rádio CBN de João Pessoa.