VEJA VÍDEO -Tirocínio policial, intercepção do avião com 750 kg de cocaína na Paraíba avaliada em R$ 30 milhões, e a possibilidade/viabilidade de a aeronave ficar à disposição das forças de segurança do Estado

Please enter banners and links.

Tirocínio, destreza e estratégia policial. Essas virtudes foram essenciais para um desfecho surreal, no aeródromo em Catolé do Rocha, sertão da Paraíba, nesta quarta-feira, dia 9 : interceptação de uma aeronave e apreensão de 750 kg de cocaína avaliada em mais de R$ 30 milhões, e prisão de quatro homens, sendo dois deles de São Paulo, um do Rio de Janeiro e outro da Bahia.

Por volta das 11h desta quarta-feira, dia 9,  a guarnição obteve a informação de que três carros particulares teriam tido permissão para adentrar a pista de pouso, o que é permanentemente proibido.

Ao se dirigir ao local as guarnições não encontraram mais os veículos, mas perceberam um avião sobrevoando o aeródromo, e se posicionaram de forma a não serem percebidos.

Após o pouso da aeronave os policiais ocuparam a parte interna do aeródromo abordaram os quatro ocupantes do avião, o piloto, o copiloto, e mais dois homens.

Os policiais então descobriram que estavam diante de uma cena de filme, uma abordagem a partir de uma denúncia, a percepção de algo errado, a camuflagem para não serem vistos , o que poderia frustrar toda a ação, e a abordagem tão somente no momento certo. Cirúrgico.

ACUSADOS :

Eliezer Alberici

Mário César Dutra

Lucas Martins Soares Freitas

Lucas da Silva Manfio

MATERIAL APREENDIDO

  1. – 690 tabletes, cerca de 750 kg, de substância análoga a cocaína, cerca de 750 kg , carga avaliada em R$ 30 milhões;
  2. Celulares : 1 J4 core na cor dourada , 1 LG K9 preto, 1 Iphone preto, 1 Iphone 8 Plus preto, 1 Samsung Galaxy S10, 1 LG, 1 Iphone preto;
  3. Dcocumentos da Aeronave, dois tabletes, e uma nota falsa de mercadoria
  4. Aeronave ( taxi aéreo) , nº de Série 110420, prefixo PT-SGM, da NGR Taxi Aéreo Ltda

FORÇA POLICIAL

A ação foi executada pelas equipes do 12º Batalhão, 6ª Companhia do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e Força Regional.

A investigação vai aprofundar as informações sobre a origem e o destino da droga, e se o transporte pelo avião apreendido era na região Nordeste, no país ou até mesmo internacional. VEJA VÍDEO DOS POLCIAIS :